A Square Enix vendeu três dos seus maiores estúdios ocidentais: a Crystal Dynamics, a Eidos Montreal e a Square Enix Montreal para o Embracer Group, um time que conta com aproximadamente 1100 funcionários em oito localizações do mundo.

A bagatela da transação foi em cerca de 300 milhões de dólares, o que é considerada uma quantia baixíssima, se comparada com outras aquisições bilionárias que foram vistas nos últimos tempos. A transação já deve ocorrer entre os meses de junho e setembro de 2022.

Nesse pacote, estão incluídas algumas notáveis propriedades intelectuais (IP’s), como por exemplo: Tomb Raider, Deus Ex, Thief, Legacy of Kain e mais de outros 50 tipos de jogos no catálogo que não foram explicados, ou seja, não foram todos revelados. No entanto, ainda não diz respeito a todas as IP’s da Square Enix Ocidental. Outras franquias como Just Cause, Life Is Strange, Outriders, entre outras, ainda permanecerão com a empresa.

A empresa manterá seus estúdios no Japão e em um comunicado, a mesma declarou que a receita da venda irá ajudar a lançar novos negócios e investimentos em áreas como inteligência artificial e jogos em nuvem.

O ano de 2022 começou quente com diversas aquisições sendo realizadas pela indústria dos videogames. Em janeiro foram anunciadas três grandes aquisições: a Zynga pela Take-Two por US$ 12,7 bilhões, a Activision Blizzard por parte da Microsoft, resultando no maior negócio do mercado, somando US$ 70 bilhões e a Bungie foi adquirida pela Sony por US$ 3,6 bilhões.

A Square Enix está passando por uma reformulação em seus negócios, se concentrando em seu lado oriental como em ações para os 35 anos da série Final Fantasy. Além disso, a empresa anunciou que vai investir em blockchain e NFT’s. Recentemente a empresa revelou Kingdom Hearts 4, que está no início de seu desenvolvimento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui