PUBLICIDADE

O diretor de Skull & Bones, Ryan Barnard confirmou durante entrevista ao TrueAchievments que não haverá um foco muito grande na narrativa do game. A intenção da equipe criativa é a de criar um mundo para que cada jogador faça sua própria história e experiência.

 “Existe toda uma história na sua base, sobre a qual construímos o mundo do jogo, mas não é o nosso foco principal. Queremos que os jogadores criem as suas próprias histórias e sejam capazes de escolher o tipo de pirata que querem ser.”

O jogo vai trabalhar com um foco maior na pauta de exploração, fazendo com que os jogadores se motivem em encontrar plantas de barcos mais poderosos, permitindo enfrentar inimigos cada vez mais fortes. O prosseguimento do jogo está baseado nessa exploração, visando uma progressão dentro do game.

PUBLICIDADE

Além disso, o diretor também comentou que o jogo parece uma batalha naval e nele haverá pontos de controle e acampamentos para serem descobertos. É importante por fim destacar, que mesmo o jogo não tendo o foco baseado na narrativa, não vai significar que o jogo terá uma ausência de um contexto para as suas explorações e tudo mais dentro do game. A intenção dita pelo diretor é clara: permitir que os jogadores criem as suas próprias histórias.

Skull & Bones chegará no dia 8 de novembro para Playstation 5, Xbox Series S, Series X e PC.

PUBLICIDADE