O que achei de Armored Core 6: Fires of Rubicon

Contra todas as minhas expectativas, a Fromsoftware acerta mais uma vez e eu não poderia estar mais feliz.

Desde o primeiro anuncio, confesso que torci o nariz sobre a qualidade e receptividade de Armored Core 6: Fires of Rubicon. Pensei o quão o quão audaciosa a FromSoftware estava sendo ao lançar um novo jogo da franquia de mechas gigantes, especialmente após o tremendo sucesso de Elden Ring (2022).

Por mais que Armored Core seja uma franquia mais antiga e consagrada lá no oriente, o momento atual do estúdio formou uma expectativa diferente em seu público, que anseia por novos souls.

Conhecendo os jogos do Armored Core

Embora eu antes nunca ter tido contato com os jogos Armored Core e nenhum outro jogo de mecha, em outras mídias sou um verdadeiro entusiasta dos robôs gigantes. Indo do ED-209 em Robocop (1987) até as maravilhosas máquinas de Pacific Rim (2013), animes, e como não falar de todos aqueles tokusatsus que todos nós crescemos assistindo, com várias batalhas épicas ao final de cada episódio.

Mesmo com os 2 pés atrás em relação aos jogos, eu ainda estava legitimamente curioso para saber o que seria esse jogo, e para tentar amenizar essa curiosidade eu resolvi baixar alguns jogos antigos da franquia para jogar no PS Vita.

ArmoredCore-PsVita

Infelizmente isso foi uma péssima ideia, pois a decepção foi forte. Os controles datados, as mecânicas e apresentação dos jogos antigos me deixaram ainda mais confuso. Joguei algumas horas do Armored Core 3: Silent Line (2003), Formula Front (2004) e do Last Raven (2005), e por mais que eu tenha ido de boa vontade, nenhum dos jogos conseguiu me chamar atenção.

A não utilização do analógico direito para mirar foi uma grande barreira para conseguir aproveitar os combates, e todos os outros controladores são mega estranhos, como usar o triangulo para mirar para cima.

Entendo que são jogos antigos e existe toda a questão ainda desse ser uma versão para um portátil, mas a falta de peso no combate, os efeitos sonoros defasados e os controladores vão contra qualquer experiência moderna com jogos. Eu nem sou exatamente esse tipo de jogador, costumo gostar muito de produtos antigos, e uso o Ps Vita exatamente para isso. mas não teve jeito, até ali Armored Core não parecia ter sido feito pra mim.

A quebra da expectativa em Fires of Rubicon

Por uma oportunidade inesperada, acabei recebendo uma chave de revisão para o Armored Core 6: Fires of Rubicon. Embora tenha ficado contente pelo reconhecimento, também estava um pouco apreensivo sobre minha paciência para me aventurar novamente na franquia da qual tive uma péssima primeira impressão.

No entanto, contra todas as expectativas, algo surpreendente ocorreu. Fires of Rubicon é um diamante lapidado pelos deuses da FromSoftware, e aqui vou tentar te convencer do porque você precisa dar uma chance a esse jogo que com toda certeza figura entre os destaques de 2023.

o-que-achei-de-armored-core-6-fires-of-rubicon

Nessa altura do campeonato você já deve saber que Armored Core 6 não é um soulslike. Não existe um sistema onde você perde suas “almas” e precisa recupera-las, os mapas não são labirintos interligados onde há necessidade de você fazer backtracking. Também não existe parry, ou qualquer outra semelhança com jogos como Demon Souls, Bloodborne e etc.

Armored Core 6 funciona por meio de missões curtas e diretas, que são selecionadas no menu da tela inicial. Onde basicamente você entra, conclui a missão, e volta para o menu.

A princípio isso pode parecer estranho, mas em poucos minutos de gameplay você entende a motivação dessa escolha de direção e fica claro o quão ágil fica a dinâmica do jogo.

Explicando o prazer de cada vitória

Partindo para o combate, Armored Core 6 consegue entregar o inesperado mantendo a essência do principal sentimento dos seus jogos souls: o prazer da vitória.

Durante as missões comuns Fires of Rubicon você não vai encontrar dificuldade. Os inimigos são fracos, e não há nada de muito complexo durante a maioria delas, onde basicamente você só precisar seguir os pontos marcados no cenário e explodir tudo o que ver pela frente.

Contudo, o foco do jogo está em seus chefes. Entre alguns mais fáceis e outros mais difíceis, são nos combates de chefes de Armored Core 6 onde você encontra uma variedade de abordagens, que servem como um verdadeiro teste de observação.

Claro, por ter elementos pesados de RPG você pode criar uma build e tentar ir com ela até o final do jogo caso seja da sua vontade. Entretanto, se você não tiver experiência com as mecânicas de combate da franquia, o ideal é testar diversas combinações diferentes a cada novo embate.

minha-inusitada-experiencia-com-armored-core-6-fires-of-rubicon_02

Entre diferenças de pesos e armas, você terá que ficar de olho em todos os atributos do seu mecha e de seus inimigos, buscando sempre um contraponto. Se o inimigo é muito rápido e com pouco dano, talvez o melhor para você seja deixar seu robô mais pesado e resistente.

Se ele fica mais no chão, talvez seja bom o seu mecha ter uma melhor estabilidade quando estiver voando. Experimente ao máximo a variedade de armas, fique de olho nos elementos, e nunca se esqueça dos golpes corpo-a-corpo. Pois seus rivais vão usar tudo isso contra você.

Com tudo isso, Armored Core 6: Fires of Rubicon possui as batalhas mais intensas e frenéticas que você já viu em um jogo da Fromsoftware. É até um tanto difícil de descrever o quão veloz pode ser alguns dos combates que você vai encontrar contra alguns dos chefes.

Ao maior estilo combate de jogos de luta 3D de anime, como Naruto ou Dragon Ball, você precisa manter a mira no seu rival enquanto desliza com seu mecha em todas as direções para atacar e desviar dos golpes inimigos.

Acredite, existem bosses realmente difíceis que vão te estressar por algumas boas tentativas, junto ao fato de todos os elementos de combate que comentei anteriormente. E por mais diferente que Armored Core seja de todos os souls, quando sua vitória vem em Fires of Rubicon, você automaticamente lembra que está jogando uma obra da Fromsoftware. E isso é ótimo.

Armored Core 6 é incrível, mas poderia ser um pouco mais

Definitivamente agora eu sou um árduo defensor de Fires of Rubicon. O jogo me conquistou dum jeito que eu não esperava. Porém há alguns pequenos detalhes que alguns podem ignorar 100%, mas que me incomodaram durante as horas de jogatina.

Já é de costume do estúdio entregar uma direção artística acima da média. Os jogos da FromSoftware são sempre artisticamente interessantes, com cores e designs chamativos e satisfatórios. Entretanto, olhando os pequenos detalhes de modelagem do universo a sua volta é possível notar a falta de detalhes e até mesmo uma certa incoerência com a escala das coisas.

É estranho e chega ser engraçado você ver alguns dos objetos que compõem aquele mundo. Um dos melhores exemplos pra mim são os carros que estão espalhados por algumas cidades do jogo. Que não levam nenhum detalhe e texturas mais elaboradas e que no fim fica ali parecendo um pequeno carrinho de brinquedo.

o-que-achei-de-armored-core-6-fires-of-rubicon_07

Como citei e preciso deixar claro: isso é só detalhe e não interfere diretamente em nada no jogo… mas, me chamou atenção mais do que deveria. Infelizmente.

Outra questão que atrapalhou em diversos momentos na minha imersão, foi em como a narrativa é apresentada. Sendo todos os diálogos expostos por meio de apenas áudios.

Não há rostos em Armored Core 6, e por mais que exista ali uma história fácil de compreender, eu não consegui me importar com nada do que estava acontecendo ali. Isso até poderia ser facilmente um “problema” para se deixar de lado, contudo, o jogo tem uma história e a cada batalha eles tentam te contar ela.

São muitos personagens e facções diferentes que estão ali o tempo todo conversando com você, e até entre eles. E tudo isso acontece apenas por áudio, sendo apenas alguns ícones sua referência visual para entender quem é quem.

Por ser um jogo grandioso e muito bem feito dentro de tudo que se propõe, e considerando que o último jogo do estúdio foi o sucesso Elden Ring, acredito que seria muito válido uma maneira mais intuitiva e interessante para se contar essa história e tentar aproximar mais os jogadores que não estão acostumados com a franquia.

Armored Core 6: Fires of Rubicon vale a pena?

Estamos em um ano agitado, 2023 está saindo jogos bons a cada nova semana. E muitas vezes é difícil dar abertura para experimentar produtos diferentes onde você não tem uma certeza de que vai conseguir apreciar aquilo. Dói, e é ainda mais complicado quando esses jogos não dão ao público uma versão de demonstração para teste.

Sabendo disso, eu adianto que de todos os jogos que você pode estar com dúvidas, Armored Core 6: Fires of Rubicon é com certeza um que você precisa dar uma chance.

Não vá esperando um soulslike, gráficos de nova geração, e nem uma história profunda e dramática! Não é isso.

minha-inusitada-experiencia-com-armored-core-6-fires-of-rubicon_04

Fires of Rubicon tem um objetivo traçado de entregar um combate divertido, frenético e lutas contra chefes de tirar o fôlego. E é isso que você vai encontrar aqui, em excelência.

Ao ponto de eu ir dormir e acordar pensando em quais combinações de mecha e armas eu iria usar em algumas das minhas estratégias para derrotar alguns desses chefes.

O jogo é curto e grosso, e não tenta fazer firulas para entregar uma das experiências de combate mais precisas e desafiadoras do ano, e que me deixou muito feliz em me mostrar que eu estava errado.

PUBLICIDADE

Leia também

Deadpool e Wolverine: Confira todos os personagens no elenco e participações especiais

O tão aguardado filme “Deadpool e Wolverine” está programado para estrear nos cinemas em 26 de julho de 2024, e os fãs estão em...

Quem são todos os dragões de House of the Dragon?

A tão esperada segunda temporada de House of the Dragon finalmente estreou, trazendo consigo toda a intensidade da Dança dos Dragões em pleno andamento....

A Casa do Dragão episódio 5 dublado: Onde assistir online a temporada 2

A segunda temporada de "A Casa do Dragão" está sendo um dos grandes sucessos de 2024 no streaming. Após os impactantes quatro primeiros episódios,...

Twisters: Duração, história, pós-créditos e tudo para assistir ao filme de 2024

O tempo fechou, mas não tem problema. Se você curte adrenalina, tempestades eletrizantes e um bom suspense, então Twisters é o filme para assistir...

Hulk Vermelho vs Sam Wilson: Trailer dublado revela segredos e personagens de Capitão América 4

A Marvel lançou a bomba com trailer de Capitão América 4: Admirável Mundo Novo. Neste quarto filme do herói, Sam Wilson, interpretado por Anthony Mackie, retorna ao...

Elden Ring Shadow of the Erdtree recebe trailer com elogios da crítica

Hoje, a Bandai Namco Brasil divulgou um vídeo ressaltando os elogios críticos ao DLC Elden Ring Shadow of the Erdtree, uma criação conjunta da...
Plataformas: Playstation 4, Playstation 5, Xbox One, Xbox Series S|X, PCO que achei de Armored Core 6: Fires of Rubicon